Histórico

COMO SURGIU O CENTRO ESPÍRITA “UNIDOS NA FÉ”

O filho da Srª. Ana Souza Brito conhecida como dona Anita o Sr. José Edson Souza Brito conhecido como Edson foi estudar teologia em escola de Frade isso 1963, acabou se formando em engenharia e volta de lá modificado, saiu menino com apenas 10 anos volta homem feito com atitudes incompreensíveis, pois devido a sua capacidade intelectual conseguia empregos bem remunerados com salários altos e sem explicações renunciava aos cargos.

Empregos como gerente de Bancos, Diretor do DNER, depois de seis, sete meses nos empregos simplesmente dizia que não mais os queria.

Dona Anita sua mãe começou a observar que existia algo estranho e que precisava descobrir o que o fazia tomar tais atitudes já que não conseguia compreender porque repentinamente ele deixava de gostar de todos os empregos onde estava.

Nesta mesma época sua filha a Srª. Josefa Assunção de Souza Brito conhecida como Assunção que chegara aos 21 anos e era estudante do curso de enfermagem, sendo uma jovem dinâmica e inteligente passa a sofrer ataques onde ficava paralisada, imóvel e curiosamente sempre às dez horas da manhã, sua mãe chegava a ficar apreensiva quando se aproximava essa hora. Com os repetidos ataques dona Anita achando que poderia ser ataques de epilepsia aconselha sua filha a abandonar os estudos achando que eles poderiam estar afetando sua cabeça, pois sentia dores horríveis na cabeça. Foi então que levou sua filha a vários médicos e fez todos os exames possíveis no estado e a medicina não chegou a diagnostico nenhum e os ataques e as dores de cabeça não cessavam.

Então o Sr. Manoel de Souza seu tio e a Srª. América levaram-na para Salvador para fazer exames que na época não era possível ser feito aqui no estado. Os resultados dos exames foram os mesmos nenhum diagnostico.

A Srª. América resolveu leva-la a um Centro Espírita em Salvador, lá foi percebido que a Srª. Assunção era médium, ou seja, possuía faculdade psíquica onde entrava em contato com o mundo espiritual e que ela estava sofrendo a influência do espírito do Sr. Maurino que tinha falecido com uma pancada forte na cabeça em um acidente de carro e por isso ela sentia tantas dores neste local.

Foi então orientada que deveria usar a sua faculdade mediúnica para ajudar os irmãos espirituais e assim harmonizar as suas emoções.

Mas a Srª. Assunção que na época era Senhorita não quis abraçar no momento a responsabilidade do trabalho de amor e caridade para os vivos da terra e os vivos do plano espiritual.

Então os problemas continuaram e dona Anita sempre aflita com os seus filhos era capaz de qualquer sacrifício para solucionar essa problemática que parecia uma loucura.

Certo dia os problemas se agravam quando o Sr. Edson chega em casa perturbado dizendo que acabara de entregar o cargo de Diretor do DNER, ás duas horas da madrugada ele é atingido por uma dor de cabeça muito forte, dona Anita então chama os seus irmãos Manoel de Souza e Cariolando que ao chegar vão logo buscar o medico da cidade nesta época o Sr. Dr. Fontes, quando chegaram o Sr. Edson se encontrava trancado no quarto sem querer abrir a porta, depois de muita insistência ele abriu a porta e depois de examinado  o Dr. Fontes diz que ele não tem nada clinicamente e que apesar dos presentes não acreditarem e principalmente o Sr. Edson que tinha estudado para Padre, mas ele via apenas um foco de luz saindo da fronte do Sr. Edson. Como percebera que não foi acreditado disse para no dia seguinte o Sr. Edson e sua mãe a dona Anita fossem ao INPS hoje INSS em Itabaiana e levassem o currículo dele que ele iria melhorar e perguntando ao Sr. Edson se realmente desejava ser curado recebeu uma resposta afirmativa.

Então no dia seguinte chega no INPS hoje INSS dona Anita e seu Edson com o tal currículo acreditando que talvez o Dr. Fontes fosse lhe oferecer uma nova oportunidade de emprego, mas tudo isso fora apenas para o descrente Edson pudesse chegar até eles e lá se encontravam o Dr. Fontes, seu Valmon, seu Luiz e o Dr. Pedro Garcia Moreno Filho que na época era o grande responsável pelo espiritismo em Itabaiana.

Surpreso o Sr. Edson foi convidado para um tratamento espiritual e diante do sofrimento mesmo sem acreditar se propôs. Neste tratamento se apresentou um Frade que dizia ter ligações de vidas passadas com o Sr. Edson e que ele deveria fazer uma peregrinação em Vitória da Conquista.

Ele assim o fez em três dias que passou naquela cidade, mas foi recomendado também que fosse feito evangelhos no lar de dona Anita para harmonização das energias familiares.

Dona Anita ficou aflita pois não sabia como faze-los e seu Valmon então prestou todo auxílio necessário.

O Sr. Antonio Cruz o Seu Tozinho, dona América, dona Anita e dona Lilia se reuniam todos os domingos às 14:00 h e mandavam buscar e levar seu Valmon em Itabaiana que vinha dirigir a reunião, o Sr. Edson não participou de nenhuma das catorze reuniões onde alegava não acreditar em nada disso. Na ultima reunião foi recebido uma comunicação do Frade que em agradecimento pelas preces recebidas se encontrava muito melhor devido as orações do grupo e pede a dona Anita que funde um pronto socorro espiritual na cidade, pois ela já tinha condições. Ela fica apreensiva pois conhecia muito pouco da Doutrina Espírita para abraçar tal responsabilidade.

Mas seu Tozinho deu a idéia de usarem o sítio que ela tinha próximo à cidade no final da rua José Bonifácio, nesta hora o Sr. Morais querendo ajudar pintou o sítio preparando-o para as atividades o Sr. José Roque da Cruz doou os moveis e utensílios ao Centro.

No dia 25 de novembro de 1985 foi fundado o Grupo Espírita “Unidos na Fé” conforme ata registrada em cartório neste dia foi apreciado e aprovado o estatuto sendo publicado no Diário Oficial do Estado no dia 05 de janeiro de 1987 a primeira diretoria desta instituição ficou assim composta: Presidente: Josefa América Fonseca Freire Oliveira, vice-Presidente: Maria Edilde Souza Cruz, Conselho Fiscal (efetivos): Antonio Freire de Oliveira, Luiz Carlos de Menezes e Juvêncio Mendonça de Brito, o Conselho Fiscal (suplentes): Maria Adelaide Cruz, Margarida Francisca Cordeiro Lisboa e Eugênio de Azevedo Morais. Estas atividades funcionaram neste sítio até dezembro de 1988.
Onde neste ano o Sr. José Roque da Cruz doou este terreno e foi construído então a antiga sede própria com ajuda de muitas pessoas e a dedicação destes que por todo esse tempo lutaram pelo pensamento espiritual em nossa sociedade.

Hoje Dona Anita testemunha que depois de ter fundado o pronto socorro espiritual na cidade com ajuda de todos que fizeram parte deste grupo à vida de sua família e em especial de seus filhos foram equilibradas, eles hoje são pessoas felizes e concretizadas na vida. Segundo ela o que torna ainda mais real todo esse acontecimento é que o seu filho o Sr. Edson apesar de estar com 50 anos de idade e ter uma vida financeira promissora não tem interesse pelo casamento ficando assim evidente essa relação com a experiência de Frade de seu filho.
Sua filha depois da fundação do Centro deixou de sofrer as influências e se formou em pedagogia casou é mãe de família e aposentada e cultiva até a certeza da existência deste mundo espiritual.

Dona Anita garante que se encontra realizada por fazer parte desses que ajudaram direta ou indiretamente para que a nossa cidade pudesse receber a orientação desta doutrina que consola, ampara e nos convoca ao amor ensinando-nos que a morte não existe e como nos dissera o grande Francisco de Assis ela é a passagem para a vida da consciência plena.

E como nos dissera Jesus “Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo” registrado no evangelho de João (capítulo III vv 7).

Fica evidente as nossas experiências espirituais de vidas sucessivas. Para construirmos almas de moral e aprendermos a amar o próximo como a nós mesmos.

Que o Mestre Jesus abençoe o nosso Campo do Brito e que esta casa de amor possa ser um verdadeiro pronto socorro nas horas que precisarmos seja no corpo da carne ou no limiar do espírito.

Muita paz para todos.